IMG 4686 Easy-Resize.comO representante da Embaixada da Suíça- Maurício Sulila-, entidade financiadora do projecto Uso da Terra e dos Recursos Naturais (LUR), mostra satisfação pelo trabalho realizado pelo Centro de Aprendizagem e Capacitação da Sociedade Civil (CESC) e pelo parceiro Centro de Formação Jurídica e Judiciária (CFJJ), na implementação da iniciativa.

 

"É interessante ver os progressos nos fundos comunitários. Estivemos reunidos com os grupos beneficiários, a explicarem como os fundos funcionam. No geral tem sido uma boa visita de monitoria, tem sido um processo bastante participativo. Há sempre elementos a melhorar, sentimos que as entidades governamentais têm apoiado muito o trabalho que o CESC e o CFJJ tem estado a fazer e isso nos alegra e encoraja a trabalhar mais" disse Maurício Sulila.

 

Reconheceu, igualmente, a existência de alguns desafios enfrentados no âmbito do trabalho realizado, nomeadamente nas áreas de litigação estratégica, da delimitação das terras através do cadastro popular e na relação com o Ministério Público.

 

"É importante vermos os progressos da litigação estratégica, a forma como estamos a resolver os conflitos comunitários. Iniciamos com o processo de pilotagem e não sabíamos que teríamos o sucesso que estamos a ter agora. Recomendamos que, na fase de expansão, as partes interessadas trabalhem juntas", referiu o representante da Embaixada Suíça.

 

Sobre a delimitação das terras através do cadastro popular, referiu que há necessidade de documentar este processo e partilhar as boas práticas nele contidas.

 

O representante da Embaixada da Suíça fez estas declarações na Comunidade de Chala, distrito de Chimbunila, à margem do segundo dia da visita de monitoria às actividades do projecto LUR III, na província de Niassa.

 

SDAE de Chimbunila destaca a importância do projecto LUR na melhoria das condições de vida das comunidades

 

O Director do Serviço Distrital de Actividades Económicas (SDAE), Francisco Machono, de Chimbunila, reconhece o papel desempenhado pelo CESC e parceiros de implementação do LUR III neste ponto do País.IMG 4507 Easy-Resize.com

 

" A presença do CESC permitiu a criação destes comités de gestão, que estão a funcionar, e este ano tivemos os 20% nas contas destas comunidades, o que nos vai permitir obter resultados positivos, porque há transparência dos valores que beneficiam as comunidades. Houve capacitação destes comités, sabem controlar a intervenção dos exploradores ilegais" afirmou o Director Francisco Machono.

 

Implementado desde o ano de 2018, o Projecto LUR, actualmente na fase 3, é implementado nos distritos de Moma, Angoche e Morrupula, em Nampula; Chimbunila, Mavago, Marrupa, Muembe e Nipepe, em Niassa; Balama, em Cabo Delgado; e Mulevala, na Zambézia.

Newsletter

Parceiros financiadores:

USAIDcanada-logo 2  .oie gqSWlk2X3IsB  swissDepartament of    Pestaloze  472ced236bfc37a84aecbb01d1f2b934Visao mundial GIZ  USADA